Planejamento e gestão do tempo otimizam as viagens e os rendimentos

Palavra do Presidente: a importância do planejamento

Francisco Esoron destaca o planejamento e a gestão de tempo eficientes; anotar telefones dos clientes ajuda.

Francisco Esoron, sócio-diretor da Valecap

Francisco Esoron, sócio-diretor da Valecap e presidente da Arvip, fala sobre planejamento e gestão de tempo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Planejamento e gestão do tempo otimizam as viagens e os rendimentos

Você já parou para pensar em planejamento? E gestão de tempo? Não? Pois é hora de começar a fazer isso. A correria é grande, a gente sabe. Mas planejar melhor sua viagem pode fazer toda a diferença. Ao gerenciar o tempo, você vai ganhar tempo.

Como fazer isso? Vamos lá.

Agenda

Frequentemente em nossa empresa recebemos clientes. Eles sempre nos perguntam se sabemos o telefone desta ou daquela empresa. Pergunto aos clientes se eles mantêm uma agenda profissional. Ela deve conter o nome do contato, o telefone e o ramo de atividade da empresa para a qual já realizou operações de carga.

E, sem espanto, vejo que quase todos nem se recordam do nome do contato feito na operação de carga anterior.

Percebo também que, mesmo em um mundo onde o valor é o conhecimento, tais pessoas vivam ao Deus-dará. Eles não mantém uma agenda sequer. Carregando para uma cidade distante pela enésima vez, ele continuam sem saber a quem recorrer. Se soubessem, já na ida poderiam agendar uma carga de volta.

Parâmetro

Planejamento começa com dados dos postos

Estradeiros devem anotar quais são os postos com melhores condições e fazer o planejamento da viagem

Constato ainda que os clientes não registram qual posto deu as melhores condições de abastecimento. Também não marcam qual é o melhor óleo e qual é a média que ele atingiu. Ficam sem parâmetros para buscar o melhor.

Alguns clientes vivem na estrada explorando novos postos, levando em consideração somente o preço do óleo. Mas eles se esquecem de que a vida da bomba injetora e do motor depende desse produto.

Esses postos, muitas vezes, não são os melhores lugares para se fazer negócios. Também não têm a segurança mínima para que você, após um dia inteiro de trabalho, possa descansar tranquilo.

Preço não é tudo

Veja o nosso caso, que é a recapagem de pneus. Todos estão carecas de saber que a banda que usamos para reformar um pneu tem seguramente a melhor qualidade hoje do mercado. Mas alguns insistem em comparar o nosso serviço com um reformador usando como critério unicamente o preço. O resultado é desastroso. Esse reformador sem qualificação coloca qualquer coisa sobre o seu pneu, que não tem certificação do INMETRO. Mas é essa certificação que garante que o nosso processo é de alta qualidade. Certifica que nós entregamos e honramos os compromissos assumidos.

Valor

E assim a vida vai levando esse empresário. Empresário sim, pois hoje o autônomo sobrevive em cima de um capital de centenas de milhares de reais. E isso, por vezes, vale muito mais que um mercadinho, um restaurante ou outra microempresa qualquer.

Falta de planejamento

O problema é a falta de planejamento. Se cada um tivesse um caderno com os dados elementares, o uso do tempo seria mais eficiente. Esse caderno deveria conter o telefone, o valor do frete, o nome de quem repassou o frete, o tipo de cada carga que já carregou e até o número e a data do conhecimento do frete. Tudo seria melhor.

Resultado

Com isso, você poderia ser mais eficaz, pois não ficaria nas mãos de agenciadores de carga. Você não ficaria aguardando carga em uma cidade longe de casa e contando com a sorte. Você teria uma prova documental de que já prestou serviços para aquela empresa e a atendeu de maneira justa e honesta.

Controle
Tendo controle sobre as variáveis que influenciam sua vida, você terá subsídios para saber se o que você está fazendo está ou não te proporcionando resultados. Você perceberá se aquele pneu que você reformou por R$ 20,00 a menos rendeu a quilometragem que justifique o preço que você pagou. Vai saber se aquele óleo não vai danificar o seu veiculo.

Dica

Fica a dica: dinheiro não aceita desaforo. A única coisa que você não vai achar de volta – nunca – é o tempo perdido. Portanto, se quisermos ter sucesso, temos que ter planejamento, organização e obstinação.

 

Francisco Esoron

Francisco Esoron da Valecap

Francisco Esoron, sócio-diretor da Valecap e presidente da Arvip

 

Tecnólogo químico industrial formado pela Faculdade de Engenharia Química de Lorena. Trabalha há 36 anos no setor de reforma de pneus, sendo 25 deles como diretor da Valecap Recauchutagem. Presidente da Arvip (Associação Nacional de Reformadores Vipal). Personal and Self Coach formado pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching).

 

 

 

 

Receba a newsletter




Publicado em Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*