Qual a origem dos ruídos do pneu?

 

Pneu, fala que eu te escuto

Você escuta seu pneu? E o que ele tem dito? Grita ou faz barulhinhos estranhos? Ruídos podem não ser algo grave, como a velocidade do veículo ou a ondulação do asfalto. Mas podem indicar problemas. Fique atento. Traga seu pneu aqui na Valecap pra gente fazer uma avaliação nele do tipo “fala que eu te escuto”, identificar qual a origem do barulho e resolver o problema.  Por exemplo: o barulho é da roda ou do pneu? Do motor ou do pneu? Diferenças importantes.

Reportagem da eHow Brasil mostra alguns problemas que provocam ruídos nos pneus. Veja:

Falta de sulcos

O mais perigoso motivo de ruídos nos pneus é a falta de sulcos, o que indica que os pneus estão gastos. Conforme o sulco diminui, o ruído dos pneus pode ser afetado. Apesar de aparecer em alta velocidade em uma rodovia, esse tipo de ruído costuma ser percebido mais facilmente ao se acelerar ou reduzir, situações em que os pneus costumam ranger, e não simplesmente assoviar. Os pneus gastos são um problema sério, pois, se não forem substituídos, podem acabar estourando.

 

Carga e velocidade altas

Na maioria dos veículos, os pneus fazem mais barulho quando transportam muita carga devido ao aumento da compressão. Conforme a carga se movimenta, o barulho deve mudar. Por outro lado, ao dirigir em velocidades mais altas, o ruído dos pneus é alterado e geralmente fica mais alto. Ao combinar as duas circunstâncias em uma rodovia, o carro pode fazer um assovio alto sem que haja um problema.

 

Balanceamento do pneu e rolamentos das rodas

Se você subiu recentemente em um meio-fio, e o barulho vem de apenas um pneu, o problema pode ser de balanceamento. Se o balanceamento estiver incorreto, haverá mais pressão em uma área do pneu, o que pode aumentar o ruído. Se o dano foi suficiente para amassar a roda, o barulho pode ser maior ainda. Um assovio ou barulho constante também pode significar que um dos rolamentos das rodas pode estar com defeito.

Como diagnosticar o ruído?

Agora, fique por dentro de algumas dicas para você diagnosticar o ruído e, principalmente, ter certeza de que ele existe. Acompanhe a sequência (editada) da eHow:
  1. Inspecione o pneu. Procure por quaisquer bolhas ou protuberâncias na lateral. Procure dano na banda de rodagem. Bolhas ou protuberâncias podem significar que acertou uma calçada, um buraco ou outro objeto na estrada.

  2. Pense sobre o que você estava fazendo quando percebeu o barulho dos pneus. Se acabou de acertar um buraco ou um meio-fio, provavelmente o pneu tem uma bolha e precisa ser consertado ou substituído. Se recentemente perdeu o controle ou teve que fazer uma manobra brusca, talvez o problema seja apenas no alinhamento das rodas.

  3. Ouça o barulho enquanto estiver dirigindo. Se for repetitivo e em intervalos regulares, provavelmente é um problema grave de nós. Leve o carro para uma borracharia especializada assim que possível. Nós de pneus podem não parecer graves a princípio, mas são potencialmente perigosos.

  4. Verifique o pneu, para ter certeza que está bem preso ao carro. Se ele parecer solto ou descentralizado, aperte e alinhe o pneu, para tentar resolver o problema.

  5. Olhe para a banda de rodagem. Algumas vezes, um barulho será ouvido se a banda estiver muito baixa ou o pneu, muito desgastado. Se ele estiver muito gasto ou tiver piso baixo, substitua-o.

  6. Compare o pneu defeituoso com os outros pneus do carro. A aparência deve ser a mesma. Se parecer que o pneu está com pouca pressão de ar, calibre-o. Se apresentar bolhas em lugares estranhos ou aparentar ter vazamento, leve-o para ser reparado por profissionais.

Você sabe identificar se o barulho é na roda ou no pneu do carro?

Há problemas diferentes com ruídos parecidos. O que fazer? Assista ao vídeo e leia reportagem do G1:

http://g1.globo.com/carros/blog/oficina-do-g1/post/o-barulho-vem-da-roda-ou-do-pneu-saiba-identificar-o-problema.html

Barulho na roda do caminhão: o que fazer?

Assista também ao programa Pé na Estrada que mostra o barulho da roda do caminhão:

 

Publicado em Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*